sábado, 5 de febrero de 2011

Sobre a arte do encontro




Porque no final das contas, é o que faz a diferença, é o que a gente leva e carrega consigo pra sempre, do nosso lado de dentro. Ali, onde a gente não deixa qualquer um entrar, onde a gente escolhe a dedo quem se esparrama e bota os pés em cima da mesinha de centro. E como é bom quando a gente encontra alguém pra quem vale a pena abrir as portas, tão tão bom...

1 comentario:

Dani Garlet dijo...

Vc pode colocar os pezinhos na minha mesinha de centro zamiga!
:)
love
Dani